O que são as JIA?

Os encontros de Jovens em Investigação Arqueológica (JIA) são eventos científicos que têm como principal objectivo fomentar a discussão, o contacto e o conhecimento da investigação que tem vindo a ser desenvolvida pelos jovens investigadores que ainda não defenderam os seus projectos de doutoramento. Tal como é evidenciado pelo Decálogo de 2009, o debate em torno da Arqueologia é, portanto, o eixo ideológico e estrutural das JIA.

As primeiras jornadas ocorreram em 2008, em Madrid, e foram um grande êxito, representando um espaço de acção e debate para os jovens que trabalham esta disciplina na Península Ibérica. Desde este primeiro encontro, e como um projecto itinerante, as JIA viram continuidade em sucessivas reuniões anuais, celebradas em Madrid (2009), Barcelona (2010), Faro (2011), Santiago (2012), Barcelona (2013) e Vitória-Gasteiz (2014) e Lisboa (2015). O grande acolhimento que tiveram em todas estas edições demonstra a importância de um evento desta natureza.

Actualmente, as JIA são o único forúm de discussão científica arqueológica que surge de jovens investigadores em Arqueologia, sendo dirigidas a este mesmo colectivo num formato de amplo debate. Conta não só com um elevado conteúdo científico, como também de formação e conhecimento mútuo da investigação levada a cabo na Península Ibérica e em outras regiões. Na verdade os principais pilares da proposta são: em primeiro lugar, uma plataforma que promova e incentive o debate; em segundo lugar, a troca de ideias e opiniões; e, finalmente, ultrapassar as restrições de participação de outras iniciativas científicas, facilitando o acesso à apresentação e divulgação de estudos desenvolvidos por estes jovens.

Por conseguinte, as JIA são, por um lado, um espaço científico para a apresentação, discussão e divulgação das investigações de jovens, com o objectivo de potenciar a sua qualidade científica. Por outro, são um espaço de debate e crítica, de reflexão e desconstrução de paradigmas estabelecidos. Nos últimos anos, os temas das JIA têm mostrado uma profunda preocupação com o papel da Arqueologia na sociedade e a sua relação com as outras ciências. É por isso que se propõe a reflexão sobre este tema.

Deixe uma resposta